domingo, 1 de agosto de 2010

O maior desafio de Zico

Zico foi contratado como diretor executivo para recolocar o Flamengo nos prumos e trazer de volta o prestigio do passado. Em entrevista concedida a revista veja na edição 2175, destaco alguns comentários do maior idolo da torcida flamenguista:

-> Clube estava uma baderna. Acabei com certos privilégios no Flamengo.
-> Jogadores mandavam no clube. Tecnico marcava treino de manhã mas jogadores não compareciam e o mesmo acabava sendo adiado.
-> Flamengo adotou cartilha com regras de conduta. Quem não cumprir, está fora.
-> Comportamento fora do do clube será levando em consideração na manutenção do emprego (lembre-se dos casos Bruno e Adriano como exemplos).
-> Jogador que se relaciona com pessoas envolvidas em atos ilicitos não merece vestir a camisa do clube. Eles alegam origem humilde para justificar a proximidade. Pura desculpa. Pior ainda quando usam o dinheiro para fazer negócios com bandidos, algo inadmissivel. Eu vim de origem pobre e nunca me envolvi com esse tipo de gente.
-> Clube tem até psicólogo para orientar jogadores, mas ele fogem das sessões.
-> Administrar a carreira não só na parte financeira, mas envolver uma acessoria com viés educativo também.
-> Técnicos de hoje estão mais preocupados em ganhar dinheiro do que formar o caráter de um jogador.
-> No caso do Japão, valores estão muito presentes ma sociedade, como apreço às regras e a hierarquia, se manifestam no futebol de forma bastante acentuada.
-> O bom desempenho em campo é uma combinação de talento com muito treino e cabeça no lugar. Exemplo disso é o São Paulo Futebol Clube que nos tempos do Telê Santana implantou o centro de treinamento, isso em 1985. Telê tinha tanta obsessão por treinamentos que chegava a dormir no CT do clube. Preciso construir um CT para o Flamengo.
Sorte ao Zico!

Um comentário:

  1. Rogério,parabéns pela matéria!!!
    bjus,
    Edna.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...